VOLT-E desenvolveu ação de sensibilização sobre mobilidade elétrica na PSP Braga

A VOLT-E levou a cabo uma ação de formação e sensibilização sobre mobilidade elétrica, envolvendo a Polícia de Segurança Pública (PSP) de Braga. Contando com a presença de elementos da PSP do Comando de Braga e ainda com a participação online que permitiu a interação com outros comandos do país e com a Direção Nacional da PSP, esta ação teve como principal objetivo desmitificar algumas ideias associadas à utilização de veículos elétricos.

Trazendo à conversa a tipologia de cidades de futuro onde a mobilidade elétrica é inevitável e focando ainda na temática das fontes de energia, a VOLT-E garantiu a partilha de informação adequada à tomada de decisão numa possível mudança para frotas elétricas, uma tendência crescente a nível mundial tendo em consideração as preocupações ambientais.

“A VOLT-E tem já uma vasta experiência na utilização de veículos elétricos, uma vez que para além de comercializarmos carregadores, gerimos também uma frota TVDE elétrica. Ao longo dos últimos anos temos percebido as vantagens destas frotas elétricas e as preocupações que devemos ter na manutenção destes carros. É, para nós crucial, do ponto de vista de mudança de mentalidades, contribuirmos para a maior informação, chamando à atenção que a adaptação ao carro elétrico será uma realidade inequívoca num futuro muito próximo”, começa por explicar o CEO da VOLT-E, Júnior Braga.

Numa intervenção rica em exemplos práticos, desde tipologias mais adequadas de carregamento dependendo da utilização do carro elétrico, duração de baterias e dinâmicas de aproveitamento da carga e, ainda, formas de adaptação a uma frota elétrica tendo em consideração turnos ou rotinas de carregamento, a VOLT-E utilizou o exemplo da PSP como ponto de partida para esta ação de sensibilização.

Da parte da PSP de Braga, este momento de conversa permitiu entender a possibilidade de aposta em frotas elétricas tendo em consideração as necessidades e utilizações – numa lógica de integração com as “cidades de futuro”.

“Sabemos que o veículo elétrico fará parte das rotinas das entidades nacionais e, para nós, é bastante útil termos conhecimento sobre os requisitos, as preocupações e, sobretudo, as possibilidades de um veículo elétrico. Conseguimos entender que há já soluções de carregamento bem estruturadas para as diversas utilizações dadas a um carro, o que, tendo em consideração a nossa realidade de rotatividade de turnos, é um aspeto importante”, afirmou o Subintendente Rui Pereira.

Esta ação de sensibilização culminou com a oferta de uma E-BOX da VOLT-E ao Comando da PSP de Braga, uma box com cabo de carregamento que pode ser utilizado no veículo elétrico que já faz parte da frota atual de veículos da PSP de Braga.



Abrir chat
Olá, precisa de ajuda?